Recolha Seletiva de Lixo Aumenta 85% em Vila Franca do Campo

By 28 Agosto 2015

Respondendo às questões colocadas às várias câmaras municipais de São Miguel, Arnaldo Amaral explica que “faz todo o sentido que a aposta no futuro seja facilitar o acesso aos serviços de separação selectiva e diminuir a oferta de serviços de resíduos indiferenciados, pois se uma família fizer a separação de todos os resíduos produzidos, terá pouca quantidade de resíduos destinados à recolha indiferenciada, dado que o maior volume e produção diário doméstico é embalagens de plástico e metal, papel e vidro. A implementação destas alterações permitiu-nos aumentar em mais 15% a recolha selectiva de plástico/metal e papel/cartão e 70% a recolha de resíduos verdes (resíduos de jardinagem). Perfazendo o total de 85% de aumento das taxas de recolha selectiva no concelho”. O vereador da autarquia de Vila Franca do Campo vai mais longe e considera que o seu concelho “é limpo e salubre, apesar de que ainda encontramos muitas pessoas pouco sensibilizadas, que inadvertidamente abandonam os resíduos em locais inapropriados e colocam lixo no chão. No entanto, verifica-se uma evolução muito positiva neste sentido, o que nos leva a apostar continuamente na educação e sensibilização da população. Há que também congratular as freguesias e escolas do concelho que através da sua participação no programa Eco-Freguesias e Eco-Escolas, contribuem em muito para o combate aos depósitos de resíduos ilegais e para a educação ambiental da sociedade”.

Retirado de Atlântico Expresso – 17/08/2015  (Semanário Regional)