ECOXXI completa em 2016 uma década

By 5 Abril 2016

Novos conceitos, nova legislação e mudanças no estado da arte do País, obrigaram a sistemáticas revisões nos indicadores de avaliação da sustentabilidade municipal, que atingem agora maior maturidade e estabilidade. Ao mesmo tempo, consolidou-se o grupo de peritos que define e avalia os indicadores, que conta agora com 59 instituições públicas e privadas de todo o País, incluindo Regiões Autónomas.

Durante estes 10 anos, a rede de municípios ECOXXI evoluiu positivamente, conquistando em 2015 uma representatividade de 14% dos municípios portugueses (mais 2% do que em 2007), correspondendo a 43 municípios participantes, 51,2% dos quais das Regiões Norte e Centro.

Durante este período, a rede de municípios ECOXXI já contou com a participação de 61 municípios de todo o País. Cerca de 31% dos municípios (19 participantes), têm vindo a registar uma participação permanente no Programa – Águeda, Albufeira, Amadora, Avis, Bragança, Caminha, Cantanhede, Cascais, Lagos, Loulé, Macedo de Cavaleiros, Maia, Manteigas, Mealhada, Pombal, Santo Tirso, Tavira, Torres Vedras e Vila Nova de Gaia, sobretudo das Regiões Norte e Centro (6 municípios, respetivamente), seguido da Região Algarve (4 municípios), Região Lisboa (2 municípios), e por fim Região Alentejo (1 município).

A Ação de Formação ECOXXI 2016, que marca o lançamento das candidaturas a município ECOXXI 2016, vai decorrer no dia 13 de abril no auditório da Agência Portuguesa do Ambiente, em Alfragide (Amadora). Esta Ação de formação destina-se a responsáveis e técnicos dos municípios de todo o País potencialmente candidatos a município ECOXXI e público em geral.

Inscreva-se Aqui